Patrícia de Oliveira

Patrícia de Oliveira

Coordenadora do Curso Técnico em Celulose e Papel e Professora da Disciplina Química Analítica Aplicada I

Possui mestrado em Engenharia: Área de Concentração em Ambiente pela Universidade Luterana do Brasil (2006), Licenciada em Química pela mesma Universidade (1998) e Técnica em Celulose e Papel pelo Instituto Estadual de Educação Gomes Jardim (1991). Foi professora de Química Ambiental e Monitoramento Ambiental no Curso Técnico em Meio Ambiente, Escola Ulbra Martinho Lutero, no período de 2003 a 2005. Trabalha nos Laboratórios da Celulose Riograndense desde 1991, onde participou de pesquisas de desenvolvimento tecnológico e atua como Assistente de Laboratório. Responsável pelo desenvolvimento e atualização de metodologias e confiabilidade metrológica, referente a processo, produto e meio ambiente; treinamento de laboratoristas; organização e avaliação de programas de Repetitividade e Reprodutividade, bem como programas de "cross check"(interlaboratoriais) em laboratórios externos e internos; Auditora Interna do Sistema de Gestão da Celulose Riograndense (ISO 9001 e ISO 14001).

Jeferson Dias

Jeferson Dias

Supervisor de Estágio do Curso Técnico em Celulose e Papel e Professor das Disciplinas de Matérias Primas I e Química Analítica Aplicada II

Licenciado em Química pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (2007) e Técnico em Celulose e Papel pelo Instituto Estadual de Educação Gomes Jardim (1991). Trabalha nos Laboratórios da Celulose Riograndense desde 1992, onde participou de pesquisas de desenvolvimento tecnológico; desenvolvimento, implementação e atualização de metodologias analíticas; treinamento de laboratoristas; controle de manutenção e metrologia de equipamentos de laboratório; confiabilidade metrológica referente a processo, produto e meio ambiente. Atualmente ocupa o cargo de Coordenador de Serviços Técnicos Industriais, sendo responsável pela gestão técnica e de pessoal dos Laboratórios da Celulose Riograndense. Atua também como Auditor Interno do Sistema de Gestão da Celulose Riograndense (ISO 9001 e ISO 14001).

Maghayver Fortunato Spolavori

Maghayver Fortunato Spolavori

Professor da Disciplina Matérias Primas II

Possui Pós-graduação em Engenharia de Produção pela Universidade Luterana do Brasil (2013), Pós-Graduação em Docência do Ensino Técnico pelo Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial SENAC-SP (2015), Bacharel em Química Industrial pela Universidade Luterana do Brasil (2011) e Técnico em Celulose e Papel pelo Instituto Estadual de Educação Gomes Jardim (2003). Atua como professor de Riscos Químicos, Fundamentos de Química e Técnicas Básicas de Laboratório no Curso Técnico em Química, no Colégio Pensar em Guaíba, desde 2013 e Professor de Matérias Primas II – Pátios de Madeira do Curso Técnico em Celulose e Papel. Trabalha na área Industrial e Operacional da Celulose Riograndense desde 2006, onde atuou nas áreas de Produção de Cavacos, Secagem Flash Dryer, Cozimento e Linha de Fibras e ocupa o cargo de Operador de SDCD do Digestor e Depuração Marrom. Responsável pelo controle operacional da planta de atuação e pela operação de painel do processo da área industrial, bem como pela orientação da equipe de operadores de área nas diversas manobras operacionais, visando o adequado atendimento às demandas da empresa, tais como volume de produção, custos operacionais, meio ambiente, assim como atender aos clientes internos, sem prejuízo dos níveis de segurança e qualidade dos produtos produzidos pela área. Atuou também no Projeto Guaíba 2, na área de acompanhamento de montagem dos equipamentos, comissionamento e start up da planta de Cozimento e Linha de Fibras.

Jader Augusto Baumhardt

Jader Augusto Baumhardt

Professor das Disciplinas de Instalações e Equipamentos Industriais, Manutenção Industrial, e Layout e Fluxogramas

Possui bacharelado em Engenharia Mecânica pela Universidade do Vale do Rio dos Sinos - UNISINOS (2011), MBA em Gestão Estratégica de Negócios também pela Universidade do Vale do Rio dos Sinos - UNISINOS (2015) e Técnico em Mecânica pelo Centro Tecnológico Parobé (1998), além de outros cursos de aperfeiçoamento. Atualmente desempenha a função de Analista de Engenharia e Manutenção para a Celulose Riograndense, sendo responsável por acompanhar rotinas de manutenção a fim de garantir a eficiência e a confiabilidade dos processos de fabricação, com vistas à consultoria para gestão de processos, eficiência operacional, acompanhamento de custos e previsão orçamentária. Também para a CMPC responde pela Coordenação das atividades de mecânica, construção e montagem de projetos de investimentos especiais, além da Supervisão dos Serviços de Radioproteção, onde é certificado pela Comissão Nacional de Energia Nuclear - CNEN (2013).

Júlio Führ

Júlio Führ

Professor das Disciplinas de Gestão de Processos e Fabricação de Papel

Engenheiro Químico, formado pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS/1997), com especialização em Engenharia de Segurança do Trabalho (UFRGS/2012) e Especialização em Fabricação de Papel (UFV/2000). Possui 18 anos de experiência na Indústria de Celulose e Papel, iniciando a sua carreira no Departamento de Produção de Papel da Riocell, onde passou por todas as etapas de produção, desde a preparação de massa até o acabamento do papel. Em 2011, passou a atuar na área de Qualidade e atualmente tem o cargo de Consultor dos Sistemas de Gestão, onde é o responsável pelo planejamento, coordenação e controle das atividades relacionadas a manutenção e melhoria dos Sistemas de Gestão da CMPC Celulose Riograndense.

Jose Luiz Costa da Silva

Jose Luiz Costa da Silva

Professor das Disciplinas de Produção de Celulose I e Produção de Celulose II

Atualmente está cursando Pós-graduação Docência no Ensino Técnico, pelo SENAC – RS com inicio em março/2015 e previsão da conclusão em julho/2016. Possui Pós-graduação em Engenharia de Produção pela Ulbra - RS (2013). Curso de Extensão: Sincronização de Processos de Produção e utilização de ferramentas pela Unisinos- RS (1998), Engenheiro Mecânico de Produção pela Unisinos – RS (1997) e Curso Técnico em Celulose e Papel pelo Instituto Estadual de Educação Gomes Jardim (1982). Trabalha na empresa Celulose Riograndense, exerce o cargo de Consultor. Engenheiro responsável técnico pelos processos de fabricação de celulose, bem como, desenvolvimento de novas tecnologias para aumentar a produtividade desses processos e melhorar a eficácia da aplicação de reagentes químicos na produção e branqueamento da celulose. É também professor das disciplinas Produção de Celulose I e II desde 2008 no Curso Técnico em Celulose e Papel no Instituto Estadual de Educação Gomes Jardim.

Almiro Ferreira

Almiro Ferreira

Professor da Disciplina Inglês Técnico

Possui mestrado em Engenharia de Produção pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (PPGEP/EE/UFRGS), Pós Graduado em Gestão Estratégica de Recursos Humanos (PPGA/EA/UFRGS) e Pós Graduado em Gestão da Qualidade pela Universidade do Vale do Rio dos Sinos (UNISINOS). Graduado em Administração pela Universidade Luterana do Brasil (ULBRA). Também é Técnico em Automação e Instrumentação Industrial pela Escola Senai Antonio Souza Noschese (SENAI-SP). Possui formação complementar  em língua inglesa  pela ELS Language Center - Albertus Magnus College, em New Haven  - Connecticut, EUA. e formação complementar em língua francesa pela LSC  Language Studies  Canada, em Montreal - Quebec, Canadá. Possui ampla experiência profissional no setor de Celulose e Papel, com atuações nas áreas de Automação e Instrumentação Industrial em grandes indústrias brasileiras, então   denominadas como Riocell SA., Pisa Papel de Imprensa SA, VCP Celulose e Papel, Aracruz S.A., Cenibra, Votorantin Celulose e Papel - VCP, Suzano, Jari Celulose S.A., Celucat, Igaras; e também em empresas do ramo petroquímico e químico (Copesul, Solvay do Brasil, Synteko); do ramo de siderurgia (Companhia Siderúrgica Tubarão); do ramo alimentício (AmBev) e do ramo de autopeças (Parker Hydraulics). Atualmente desempenha atividades de consultoria empresarial e é professor de graduação da Universidade Luterana do Brasil e da Faculdade Monteiro Lobato.

José Juarez Oliveira Dias

José Juarez Oliveira Dias

Professor da Disciplina Tratamento de Águas e Efluentes

Possui mestrado em Engenharia: Área de Avaliação de Impactos Ambientais pelo Unilasalle (2013); Membro do grupo de pesquisas em Nanotecnologias na área de Tratamento de Águas e Efluentes pela mesma Universidade; Licenciado em Química pela Universidade Luterana do Brasil (2006); Pós graduado no ensino de Ciências da Natureza pela mesma Universidade (2008); Técnico em Celulose e Papel pelo Instituto Estadual de Educação Gomes Jardim (1983). É professor de Química Analítica Qualitativa, Química Quantitativa e de Controle de Processos Industriais no Colégio Pensar. Trabalha na Celulose Riograndense desde 1984, no Departamento de Plantas Químicas Águas e Efluentes como Operador de Nível 1, onde participa do controle Operacional das Estações de Tratamento de Efluentes (ETE), Tratamento de Águas (ETA), Tratamento de Águas de Caldeiras (ETAC) e Torres de Resfriamento. Coordenador de treinamento de operadores de Nível 1, 2 e 3  e líder do processo de comissionamento nas áreas citadas durante o processo de ampliação da Celulose Riograndense; Analisa e elabora documentos técnicos para as áreas citadas; Controla e interpreta as análise laboratoriais para a condução das áreas citadas; Auditor líder interno do Sistema de Gestão da Celulose Riograndense (ISO 9001 e ISO 14001).

Ana Cândida Martins Ilha

Ana Cândida Martins Ilha

Professora da Disciplina Recuperação de Químicos

Pós graduada em Engenharia de Produção pela Universidade Luterana do Brasil (2014), Bacharelado em Química Industrial pela mesma Universidade (2011) e Técnica em Química pela Escola Politécnica Cristo Redentor (1993). Professora do Curso Técnico em Celulose e Papel desde 2012. Trabalha também como Operadora de Linha de Fibras na CMPC Celulose Riograndense desde 1994.

Roni Roberto Schneider

Roni Roberto Schneider

Professor da Disciplina Produção de Químicos

Licenciado em Química pela Universidade Luterana do Brasil (2001). Trabalha na área industrial da Celulose Riograndense desde 1988, como Operador do Sistema Digital de Controle Distribuído (SDCD) nas Plantas Químicas que abrange as seguintes unidades: Produção de Dióxido de Cloro, Ácido Clorídrico, Clorato de Sódio, Hipoclorito de Sódio, Dióxido de Enxofre, Soda Cáustica, Cloro e Hidrogênio. Atua como responsável pela preparação e treinamento interno dos operadores das unidades citadas acima. Também foi responsável pelo comissionamento de partida das Plantas de Cloro e Soda, Remoção de Sulfato e Dióxido de Cloro.

Mário Terres

Mário Terres

Professor de Instrumentação Básica do Curso Técnico em Celulose e Papel

Possui graduação na área de Tecnologia em Automação Industrial pela Faculdade Tecnológica Senai (2010), Pós Graduando no curso de Docência Voltada ao Ensino Técnico pela Faculdade UnYLeYa e Técnico em Eletrônica pelo Colégio Santo Inácio (1994). Foi professor de Eletricidade Industrial, Eletrônica Analógica e Programação da Escola Estadual de Ensino Técnico Solon Tavares de 2013 a 2016. Trabalha na área de Engenharia e Confiabilidade da Celulose Riograndense desde 2014, participa dos processos de implantação de novas metodologias de análise de problemas e no Grupo Técnico de implantação da OPL (Operação de Primeira Linha), também com a missão de, juntamente com o corpo técnico de Engenharia e Manutenção, desenvolver as estratégias e táticas de manutenção baseadas no RCM (Reliability Centered Maintenance).

Ediélisson Lopes de Oliveira

Ediélisson Lopes de Oliveira

Professor de Física Aplicada no Curso Técnico em Celulose e Papel

Possui graduação em Engenharia Mecânica. Técnico em Celulose e Papel pelo Instituto Estadual de Educação Gomes Jardim (2009). Trabalha na linha de fibras da Celulose Riograndense desde 2012, onde executa atividades pertinentes à operação de área.